3 coisas que você precisa saber antes de criar uma loja virtual

Tempo de leitura: 6 minutos

3 coisas que você precisa saber antes de criar uma loja virtual
3 coisas que você precisa saber antes de criar uma loja virtual

Criar uma loja virtual é fácil, difícil é manter.

Para criar é bem simples.

Você vai até o registro.br, caso queira um domínio nacional ou vai até uma hospedagem de sua escolha para um domínio internacional.

Paga o que tem que pagar, se tiver sentindo dificuldade, contrata um freelancer para montar a loja e pronto, você tem a sua loja virtual.

E-BOOK GRATUITO!

FAÇA DOWNLOAD DE UM EBOOK QUE TE DA DICAS DE COMO ABRIR UM DOS NEGÓCIOS MAIS LUCRATIVO NA INTERNET ATUALMENTE, VOCÊ VAI RECEBER UM MATERIAL GRATUITAMENTE E ATUALIZADO EM SEU E-MAIL.>

Mas, e para manter a loja?

Manter a loja é complicado.

Pois você precisa saber o nicho dessa loja, qual será o público-alvo, quais serão os produtos comercializados, como eles serão comercializados, como estocar, como divulgar (ter um plano de marketing é essencial).

3 coisas que você precisa saber antes de criar uma loja virtual

E uma infinidade de outras coisas que precisa fazer quando escolhe descobrir como abrir um negócio, sendo esse negócio, uma loja virtual.

No entanto, isso não torna a ideia ruim, pelo contrário, tantos requisitos só aumentam as chances de fazer o seu negócio dar certo, principalmente se caprichar em cada um deles.

Sabe, quanto maior o público que sustenta um determinado modelo de negócio.

No caso a loja virtual, e quanto maior a receita gerada por esse modelo de negócio, maior será a chance de abrir um negócio naquele ramo e fazer dar certo.

E, se formos olhar pela receita gerada pelo e-commerce nos últimos anos e a previsão para os próximos anos.

Você só olhará para ter a plena certeza de que realmente esse é o negócio que você deve descobrir como abrir.

Só aqui no Brasil foram mais de R$53 bilhões movimentados pelo e-commerce. Tá pouco ou quer mais?

Se for estender para o mundo, esse número passa para US$1,5 trilhão de dólares, algo próximo de R$5 trilhões.

Então, a receita gerada é muito, muito grande, e a tendência é aumentar, ou seja, ainda é uma ótima hora para entrar no mercado digital.

Você realmente precisa saber disso antes de criar uma loja virtual

Você realmente precisa saber disso antes de criar uma loja virtual
Você realmente precisa saber disso antes de criar uma loja virtual

Porém, existem algumas coisas, para ser mais específico.

3 coisas, que você precisa saber antes de criar uma loja virtual.

Quero te convencer a não criar uma loja virtual?

Jamais! Eu quero mesmo é que você crie, aumente a concorrência e assim possa oferecer uma oferta melhor do seu produto em relação as outras lojas.

Favorecendo a você e aos clientes (Um pequeno resumo do capitalismo).

Além disso, eu também quero que você saia do emprego físico e passe a ser o seu próprio chefe.

Determinando seu próprio horário e, acredite, tendo uma qualidade de estilo de vida que nunca imaginou após descobrir como abrir seu negócio.

Um estilo de vida que muito dono de negócio físico, infelizmente, não tem.

Mas, eu quero que você esteja preparado, entende?

Que algumas situações não sejam surpresas e que você já saiba o que fazer na hora que elas acontecerem.

É por isso que essas três situações estão aí embaixo e você descobrirá agora! dar.

  • Os clientes nem sempre serão educados, agradáveis e fáceis de lhe dar.

É loja virtual, mas, em relação a isso, nada muda.

Assim como em qualquer profissão em que há a necessidade de lidar com outras pessoas.

você conhecerá e interagirá com pessoas muito simpáticas, educadas e compreensivas.

Mas também acabará tendo que falar com pessoas super desagradáveis, mau educadas e nada compreensivas.

O que fazer?

Primeiro de tudo é tentar entender a situação.

Por que ela está reclamando?

Após isso, tentar resolver o mais rápido possível e sem muita conversa.

Um bom exemplo:

3 meses após criar sua loja virtual, você deseja fazer uma liquidação. Começa a vender, tudo tranquilo, quando, de repente, um determinado item não está apto para venda.

O que isso quer dizer?

Que ele está zerado, ou o que está no estoque está quebrado, ou uma série de outras coisas que podem acontecer.

E aí você procura em outras lojas e não acha, e pronto, esse caso, aparentemente, não tem solução.

O que fazer?

O ideal é que tenha um serviço para evitar essa situação. Se não tem o produto, então a devolução deve ser feita na hora!

  • O seu produto, ou melhor, o produto do seu cliente pode ser extraviado.

Já sabe que esse monopólio do Correio em relação ao serviço postal brasileiro, não está fazendo bem, nem para a população e nem para o próprio Correio, não é?

Se não sabe, fica sabendo agora. De janeiro até maio de 2016, o Correios estava com uma dívida de R$700 milhões, e fechou 2015 com um acumulado de R$2,1 bilhões.

Tirando a insatisfação dos funcionários (o que reduz demais a produtividade), o Correios está uma completa bagunça.

Pois também falta funcionários e não há concurso público, porque, teoricamente, a empresa não tem dinheiro para realizar um.

E o que isso tem a ver com a sua loja virtual?

Bem, além do fato de quê, nessa bagunça toda (imagem), o produto possa ser extraviado ou perdido, a demora para a entrega pode durar meses.

O que fará com que o seu negócio perca toda a credibilidade diante daquele cliente.

Para piorar, o fim do E-Sedex fará com que essas entregas demorem ainda mais ou o cliente pagará a taxa normal do Sedex (quem realmente quiser uma entrega rápida).

  • Você tem que ser o mais explícito possível com os termos de uso.

O último e não menos importante, antes de falar sobre isso, darei logo uma situação.

Uma vez, lá na Bahia, um carro foi anunciado pela metade do preço na televisão e, é claro, houve revolta quando os clientes foram comprar e não conseguiram.

Apesar de ter sido um erro humano claro, isso também pode acontecer nas entrelinhas.

Vamos supor que faça uma promoção dizendo que quem tirar foto usando a sua marca, será sorteado e poderá conhecer uma cidade do Sul.

Aí existem duas informações que podem ter mais de dois sentidos, a cidade e a sua marca.

Primeiro que se o seu negócio é uma loja virtual, todo e qualquer produto vendido ali, será vinculado a loja.

Ou seja, a pessoa pode tirar uma foto com uma camisa e achar que está participando da promoção.

Em relação a cidade, vamos supor que a pessoa queira conhecer Porto Alegre, mas você vai levá-la a Santa Maria.

Se não deixar muito explícito, pode trazer uma decepção para o cliente e motivo para reclamar da promoção, por isso, seja bem explícito quanto aos termos de uso de tudo.

Não se esquece de curtir e compartilhar com seus amigos, ok?

Compartilhe com seus amigos no Facebook

Compartilhe com seus amigos no Twitter

Compartilhe com seus amigos no Google+

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *